Fotografando Animais

Temaiken

No ano passado, fiz uma visita ao zoológico Temaiken, em Buenos Aires na Argentina.

Zoológico magnífico, muito bem cuidado e com animais lindos.

Como sou apaixonada por animais… não tinha como não amar esse lugar!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sempre me impressiono ao ver como a natureza é belíssima! E como os animais são incríveis!

A vida nunca deixa de nos surpreender, a cada momento.

Um grande abraço!

 

 

>> Faça seu fotolivro com o Bistrô. Clique no link e confira!

>> Não deixe de conhecer também nosso serviço de book fotográfico!

 

Como fotografar pessoas

 

Fotografar pessoas é uma arte



Mostrar os sentimentos e as expressões das pessoas é o seu principal objetivo. É preciso ter o olhar para captar os sentimentos da outra pessoa e tentar retratar da melhor forma aquele momento, que pode ser único.



Fotografar pessoas talvez seja a prática mais usual para os entusiastas da fotografia, já que é possível fotografar pessoas em inúmeras situações diferentes.

Muito acaba se perdendo, do ponto de vista fotográfico, se não utilizamos uma boa máquina, uma boa lente e as técnicas apropriadas. Dependendo de quem será a pessoa fotografada, devemos primeiramente determinar as características que queremos capturar. Em uma criança, podemos buscar a suavidade, a leveza, a alegria; em um velhinho, as marcas do tempo, sua expressão única. Utilizando as técnicas certas, conseguimos realçar ou suavizar certas características.



É função do fotógrafo captar a personalidade da pessoa fotografada, assim como as características que deseja realçar.

Quando se quer destacar uma característica, um fator importante que deve ser levado em conta são os olhos e na boca. Esses são os elementos mais fortes que uma pessoa tem para mostrar os sentimentos e expressões. As sobrancelhas também devem ser analisadas antes de tirar a foto.

Se você deseja fotos profissionais, considere contratar um maquiador. Não podemos deixar de lado esse profissional quando queremos fazer ensaios e retratos de alto nível.



A posição da câmera e a iluminação são fundamentais para realçar ou suavizar algumas características da pessoa. Luz e ângulo são os dois principais fatores de manipulação para o fotógrafo.

Brinque com vários enquadramentos, posições e luzes para a mesma fotografia. Compare. Veja como os resultados ficam bem diferentes.



Quanto fotografamos pessoas em ambientes públicos, é uma boa se utilizar de lentes teleobjetivas para não afetar a naturalidade e a espontaneidade dos fotografados.



Normalmente é mais fácil fotografar pessoas próximas e conhecidas. No entanto, a intimidade pode trazer ansiedade e expectativas que podem “travar” a pessoa e tornar o trabalho do fotógrafo mais difícil. Pessoas mais próximas costumam também ser mais impacientes.

Por outro lado, quando fotografamos desconhecidos, é sempre necessário fazer um “aquecimento” antes para que a pessoa relaxe e confie mais no fotógrafo. Mas, uma vez que haja a empatia entre o fotógrafo e o desconhecido, o ensaio engata e tudo corre muito bem.



Com modelos, é importante para o fotógrafo conseguir se entrosar ou se conectar de alguma forma com a pessoa fotografada. É isso que garantirá fotos perfeitas.


Planejar uma foto

O ideal é sempre planejar antes de fotografar, mas sabemos que isso nem sempre é possível. Mas quando puder, faça isso, porque você terá uma sessão bem mais tranquila. Um bom planejamento envolve conhecer um pouco da pessoa ou grupo a ser fotografado, conhecer o local do ensaio e também as condições de iluminação.

Saiba de antemão também qual o tipo de retrato será feito. Há dois tipos principais: o retrato formal e o informal. O retrato formal é feito normalmente em estúdio. Exige mais preparo prévio e o maior desafio é fazer a pessoa não perder a espontaneidade. Já o retrato informal tem menos regras. Não tem poses definidas e o ensaio ocorre mais naturalmente. Cabe ao fotógrafo tirar o melhor do momento.


 

Fotografe de cima, de baixo. Não fique apenas em uma posição. Ande para os lados. Quando fotogramos pessoas, não podemos esquecer de detalhes como posição do rosto, cotovelo, ombros e cabelo… preste atenção em todos os detalhes. Uma boa composição garantirá uma boa foto, mas são os detalhes que tornam uma foto especial.

Quanto mais natural a pessoa ficar, melhor será o resultado. Preste atenção para onde a pessoa olha, a suas expressões, poses, posição dos braços, das mãos…


 

O tempo não volta. Se achar que é o momento de tirar a foto, aperte o botão. Não hesite. Você precisa confiar no seu instinto.

 

 

“Na fotografia sempre retratamos coisas que estão em constante desaparecimento e, uma vez desaparecidas, não temos nenhum recurso capaz de trazê-las de volta. Não podemos copiar nem revelar uma lembrança.” — adaptado de Henri Cartier-Bresson

 

 

>> Faça seu fotolivro com o Bistrô. Clique no link e confira!

>> Não deixe de conhecer também nosso serviço de book fotográfico!

Brincadeira de Rua…

 

Saudade do que existiu.

Queria voltar a ser criança de novo!

 

 

Sem me preocupar com nada.

Sem medo de nada.

 

 

Vivendo em um mundo só meu.

Um mundo que só eu sei explicar.

 

 

Saudade de ser criança de novo!

 

_____

 

Há magia no olhar da criança: vem da maneira com que elas se movem entre mundos reais e mágicos, sem perceber

a diferença.

Arundhati Roy, escritora indiana

>> Faça seu fotolivro com o Bistrô. Clique no link e confira!

>> Não deixe de conhecer também nosso serviço de book fotográfico!

 

 

Conheça o Efeito Miniatura ou o “Tilt-Shift”

 

O tilt-shift

A expressão “tilt-shift” é uma técnica fotográfica usada para criar um certo efeito especial quando tiramos a foto, como você pode ver abaixo.

 

 

O nome vem de um tipo de lente usada que pode ser movida (shift) e apontada para diferentes ângulos (tilt). É uma lente especial, com foco seletivo.

 

 

Com uma lente de tilt-shift você pode trocar o foco da imagem de uma forma não usual. O resultado? Cenas que parecem miniaturas, maquetes.

 

 

As imagens miniaturizadas do tilt-shift não vêm de maquetes, são simplesmente fotos da vida real que acabam parecendo modelos em escala miniatura.

 

 

O ideal é utilizar a técnica em cenas amplas, panoramas, e não pontos individuais. Se você usar a técnica para closes ou enquadramentos mais fechados, o efeito não será o mesmo.

Além das lentes especiais (que tenham a capacidade de mudar os ângulos), você também pode conseguir o efeito com o uso de softwares.

 

 

As fotos com esse efeito são normalmente chamadas de “miniaturas falsas”, já que elas não são miniaturas de verdade, mas imagens da vida real.

 

 

Até o próximo post…

 

 

>> Faça seu fotolivro com o Bistrô. Clique no link e confira!

>> Não deixe de conhecer também nosso serviço de book fotográfico!

Como utilizar a geometria em suas fotografias

 

A geometria das imagens

Utilizar a geometria nas fotos não envolve apenas saber usar a lei dos terços. Envolve também considerar os elementos da foto (objetos, arquitetura, luzes e sombras) e usar de forma criativa as linhas e formas geométricas que eles criam.

 

 

A geometria da arquitetura

A arquitetura bem fotografada é uma foto artística. Com a fotografia, você consegue mostrar aspectos únicos de um edifício, ou destacar um pedaço de uma construção que realmente vale ser visto.

Veja os elementos que compõem a arquitetura, como cor, colunas, telhas… repare no chão. Veja sua disposição, enxergue a geometria na combinação desses elementos…

 

 

Além dos prédios e construções

Trabalhar com geometria não se restringe somente a prédios e edifícios. Você pode encontrar padrões geométricos e linhas em praticamente todo lugar para onde aponta a lente da sua câmera. É só enquadrar de forma a manter as formas geométricas tradicionais, onde podemos ver os lados e os vértices, e o círculo, que também é muito utilizada na fotografia.

 

 

Mude a perspectiva. Mude o lado, mais para baixo, mais para cima, perpendicular. Cada posição trará uma nova forma geométrica, novas linhas. Use-as conforme sua criatividade mandar.

 

 

Luz e sombra

A geometria da imagem não é feita apenas de elementos físicos. A luz e a sombra também exercem uma função direta na criação de formas e linhas geométricas.

Isso significa que você pode manipulá-las quando estiverem disponíveis.

 

XX XX

 

Boas fotos e até mais!

 

 

>> Faça seu fotolivro com o Bistrô. Clique no link e confira!

>> Não deixe de conhecer também nosso serviço de book fotográfico!