Fiz uma visita rápida à Reserva da Jaqueira, na Bahia, e pude conhecer uma aldeia de índios pataxós.

Lá vi a luta de jovens índios para preservar a cultura dos seus antepassados. Foi muito interessante ouvir a história da tribo e de como eles têm superado obstáculos para manter a língua e seus costumes.

 

IMG_6636

IMG_6638

 

A Reserva da Jaqueira foi criada em 1998 pela comunidade indígena pataxó da Coroa Vermelha, no sul da Bahia. As irmãs Nitinauãn, Jandaia e Naiara realizaram o antigo sonho de resgatar o modo tradicional de viver dos pataxós, bem como suas histórias e rituais, e preservar a floresta local.

 

IMG_6644

IMG_6652

IMG_6665

 

E eles realmente levam a sério a proposta de preservar a floresta. Todo o passeio é baseado nessa proposta de desenvolvimento sustentável e integração com a natureza. Além de conhecer a história dos pataxós e seu estilo de vida, você vai aprender sobre como são construídas as casas, como montar armadilhas para caçar na mata, ervas medicinais e ainda vai poder experimentar o arco e flecha e comer um peixe preparado à moda pataxó.

Os índios também recebem os visitantes vestidos e pintados a caráter para apresentação de danças e rituais.

 

IMG_6675

IMG_6676

IMG_6672

IMG_6678

 

A reserva fica situada a 12 km do centro de Porto Seguro, em plena Mata Atlântica, e ocupa uma área de 827 hectares. Podemos dizer que ela cumpre seu objetivo de preservar a história, o idioma, a identidade cultural pataxó, além de contribuir para a preservação do meio ambiente e um modelo de turismo sustentável em aldeia indígena.

 

IMG_6693

IMG_6694

IMG_6698      IMG_6701

IMG_6683

 

A mata nativa tem ocas espalhadas pela reserva, ainda no formato original. Apesar da modernidade, eles são os únicos remanescentes da região que tentam manter a cultura dos antigos povos pataxós. Conquistaram o direito de escola para as crianças dentro da própria comunidade. Lá as crianças aprendem matemática, língua portuguesa e a pataxó. Os jovens designados como futuros pajés estão percorrendo o país e visitando outras tribos e etnias para recuperar ensinamentos e resgatar a essência indígena esquecida hoje.

 

IMG_6709

IMG_6711

IMG_6713     IMG_6715

IMG_6718

 

É um local de muita energia positiva. Tornou-se símbolo da resistência do povo pataxó e é respeitado por eles como um lugar sagrado e morada dos espíritos, já que foi habitado pelos seus antepassados. A biodiversidade da Jaqueira é muito rica e está totalmente preservada e protegida.

 

IMG_6721

IMG_6764

IMG_6751

 

Todos os anos, no dia 1º de agosto, a comunidade da Jaqueira comemora o aniversário de fundação da reserva, com o Araguakisã, que significa Dia da Vitória, com muitos rituais, comida e casamentos na forma tradicional.

 

IMG_6830    IMG_6832

IMG_6781

IMG_6782

IMG_6787

 

Como dissemos acima, os turistas que visitam o local vão podem praticar arco e flecha, adquirir artesanato confeccionado na própria tribo, fazer trilhas e degustar a culinária típica, que inclui pratos como o peixe assado na folha da patioba (espécie de palmeira).

 

IMG_6792

IMG_6771

IMG_6773

IMG_6804-2

 

A Reserva da Jaqueira é um ponto de encontro entre a civilização indígena e o homem branco. É um grande projeto implantado em aldeia indígena que mescla preservação ambiental, afirmação cultural e ecoturismo.

 

IMG_6812

IMG_6814

IMG_6817

IMG_6822-2

IMG_6826    IMG_6824

IMG_6828-2

 

Se você estiver visitando Porto Seguro, Arraial D’Ajuda ou Trancoso, não deixe de fazer um passeio até a Reserva da Jaqueira. Vale a pena!