Sessão Fotográfica: Camaleão

 

Semana passada fiz uma pequena sessão fotográfica com um de meus bichinhos favoritos: o camaleão. Como boa bióloga que sou e apaixonada pelos animais e pela natureza, fotografá-los me transmite uma sensação difícil de descrever. Eu adoro fotografar todo tipo de animal e tento mostrar o MEU OLHAR sobre eles a cada click que faço.

Um pouquinho sobre o camaleão

Esse bichinho lindo tem o nome científico de Chamaeleo chamaeleon. Vivem geralmente em montanhas, savanas, cerrados, caatingas, florestas pluviais e estepes. Eles ficam em árvores e embaixo de folhas caídas.

O camaleão é um bicho bem antissocial. Ele não tolera a presença de outro camaleão em seu território, mesmo que seja fêmea. A exceção ocorre na época do acasalamento, onde ele deixa um pouquinho de lado essa tendência solitária.

Os camaleões se alimentam principalmente de folhas, frutas, gafanhotos, louva-a-deus, borboletas e outros insetos. Isso é possível graças a sua língua e a sua ótima visão. Sua língua é pegajosa podendo chegar a cerca de um metro de comprimento em uma velocidade muito rápida.
O camaleão é famoso por sua capacidade de mudar de cor. Mas, ao contrário do que muitos pensam, todo camaleão possui uma cor básica que depende do ambiente onde ele vive.

Para caçar, eles ficam parados a maior parte do tempo, camuflados no ambiente, esperando que algum inseto passe. Sua cor pode mudar de acordo com a influência da luz ou mesmo pelas sensações do próprio animal. Se ele estiver irritado, com certeza sua cor será diferente de quando ele estiver calmo. Além de um instrumento de defesa, a camuflagem favorece a comunicação entre os camaleões.

 

Seus olhos se movimentam independentemente para todas as direções e isso é algo realmente interessante de se ver. Eles têm uma capacidade de observação incrível que lhes permite ver 360° ao redor do seu corpo.Quando um camaleão percebe alguma presa, ele pode fixar um dos olhos nela e usar o outro para checar se não há predadores nas redondezas. Seu cérebro é capaz de receber duas imagens separadas e uni-las. Mas à medida que o camaleão se aproxima da presa, ele precisa fixar nela os dois olhos para fazer a pontaria e atacar.

 

Espero que tenham gostado!

Comentem!

Um grande abraço

>> Faça seu fotolivro com o Bistrô. Clique no link e confira!

>> Não deixe de conhecer também nosso serviço de book fotográfico!


Borboleta


Não corra atrás das borboletas…



… plante uma flor, tenha um belo jardim, cultive flores coloridas…


Assim, elas virão até você!


(adaptado de Mário Quintana)



Fotografando Animais

Temaiken

No ano passado, fiz uma visita ao zoológico Temaiken, em Buenos Aires na Argentina.

Zoológico magnífico, muito bem cuidado e com animais lindos.

Como sou apaixonada por animais… não tinha como não amar esse lugar!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sempre me impressiono ao ver como a natureza é belíssima! E como os animais são incríveis!

A vida nunca deixa de nos surpreender, a cada momento.

Um grande abraço!

 

 

>> Faça seu fotolivro com o Bistrô. Clique no link e confira!

>> Não deixe de conhecer também nosso serviço de book fotográfico!

 

Como fotografar belas fotos de pequenos animais

fotografando


Eu, como uma bióloga apaixonada pela natureza, sou fascinada por fotos de animais. Tirar fotos de animais pode ser um pouco difícil, já que queremos clicar o bicho da forma mais natural possível. Basicamente você tem duas opções: ir à caça ou montar um pequeno estúdio na sua própria casa.


A primeira opção, encontrar um animal em meio à natureza, já é desafiadora. Imagine ainda esperar eles posarem para você? Conseguir o clique perfeito com o animal em seu habitat é um desafio ainda maior, não é mesmo?


onça


Conseguir captar aquele milissegundo perfeito em que a águia passa sobrevoando o ar, aquele momento em que o mamífero caçador capturou sua sua presa, aquele movimento do bote de uma serpente… fotografar a natureza é uma arte. Você pode esperar minutos, horas, dias e até meses. É preciso estar atento, ser observador. O silêncio é importante quando se fotografa a natureza. Cada ruído pode ser um sinal.


Ave


Como ainda não nos contrataram para trabalhar na National Geographic, a melhor solução ainda é montar um pequeno estúdio. Esse estúdio pode ter árvores, gravetos, folhas, ou simplesmente um fundo uniforme, da cor da sua preferência.

Seu cenário também pode ser um parque da cidade. Quanto aos animais, aí cabe a sua criatividade. Você tem algum bichinho de estimação? Use a criatividade para fazer um belo cenário de fundo e você verá que é possível fazer um lindo booking do seu bichinho de estimação. Vamos tentar?


sushi


ozzy

Não se esqueça. Em um estúdio, é melhor usar um flash. Não esqueça de rebater o a luz do flash para não estourar a foto. Trabalhe com o balanceamento de branco e cuidado com o tipo de luz que escolheu. Quanto mais regulado for o branco da foto, melhor a imagem irá ficar.

 

pogonas


Se for em ambiente externo, você pode usar o flash também, se quiser. A luz do flash é equivalente a luz solar do meio-dia. O alcance do flash está relacionado com a distância que você está do objeto. No ambiente externo e com animais em movimento, talvez seja melhor fotografar sem o flash. Aumente a velocidade do obturador e voilà… fotometre e pronto!

 

camaleao

Cuidado com  foco. A beleza de uma foto de animais está nos detalhes, é preciso que a imagem tenha o máximo de nitidez possível.

Fotometre, focalize e clique!

 

aves

 

 

>> Faça seu fotolivro com o Bistrô. Clique no link e confira!

>> Não deixe de conhecer também nosso serviço de book fotográfico!