Marcas…


Marcas no céu…

… um clique enquanto observava o céu contra-luz




Marcas de um Egito escondido…

Clicando Buenos Aires

Após uma viagem pela Patagônia, dei uma passadinha em Buenos Aires, na Argentina. Quem não se encanta com Buenos Aires, não é mesmo? A beleza da cidade, pessoas bem vestidas e bonitas, diversidade cultural e arquitetônica.


Fiz alguns registros e gostaria de mostrar alguns cliques que fiz nesta cidade maravilhosa.















Gostaram? Espero que sim…

Abraço a todos os amigos fotógrafos!

 

>> Faça seu fotolivro com o Bistrô. Clique no link e confira!

>> Não deixe de conhecer também nosso serviço de book fotográfico!

4 Dicas para tirar lindas fotos de céus de tempestades

Fotos de tempestades são fantásticas. Mas, para conseguir um bom clique, é necessário tomar alguns cuidados.
Você pode ter a sorte de encontrar aquele céu escuro na sua frente quando está com a câmera a postos e a foto pode sair belíssima. Ou, na maioria dos casos, você vai precisar de um pequeno planejamento antes da tempestade, levando-se em consideração a posição, o local, como deixar a câmera, onde colocar o tripé, calcular a abertura, a velocidade… Enfim, você vai ter que estar preparado para conseguir aquela foto.

 

f/14 1/125s ISO100

f/14 1/125s ISO100

 

Por isso, aqui vão quatro dicas ajudá-lo a clicar uma linda foto de céu de tempestade.


1. Planeje a foto antes que a tempestade chegue
Faça alguns testes com exposição, abertura e lentes. Assim você conseguirá escolher a melhor maneira de capturar a cor, a textura e a luz da forma que quiser. Lembre-se que em um piscar de olhos tudo muda. O tempo é muito importante. Você não vai querer perder segundos preciosos andando para lá e para cá com o seu equipamento na mão. O ideal é que você esteja parado pronto para clicar quando chegar a hora certa.


2. Tenha todo o seu equipamento pronto
Inclusive todos os outros acessórios como tripé, cabo de disparo (ou controle wireless), lentes, filtros coloridos e um filtro neutro. Um tripé pode ser essencial em uma foto como essa. É o que ajudará a compor a foto, caso a cena esteja muito escura.


3. Varie a composição
Quando a ação iniciar, tire fotos na horizontal (paisagem) e na vertical (retrato). A combinação em cada uma dessas formas pode mudar dramaticamente. Varie a altura do horizonte, brinque com a lei dos terços, mostre mais nuvens, mostre menos nuvens. Aproveite o momento para conseguir fotos diferentes de uma mesma cena.


4. Tire muitas fotos
O tempo que você terá para tirar as fotos pode ser muito curto, aquele momento das nuvens escuras perfeitas vai passar rápido. Então você precisa clicar o mais rápido possível. Observe como as nuvens e as luzes mudam. Olhe para os lados, para trás. Pode haver uma paisagem ainda melhor em outro lado. Uma opção é tirar várias fotos uma atrás da outra (disparo contínuo) que é um dispositivo que algumas câmeras possuem (existe em todas as câmeras digitais inclusive as compactas). Com muitas fotos, vai ficar mais fácil escolher a melhor de todas!

 

Bom clique! Bom céu escuro de tempestade!

 

 

>> Faça seu fotolivro com o Bistrô. Clique no link e confira!

>> Não deixe de conhecer também nosso serviço de book fotográfico!