Mais 5 Dicas de Livros do Bistrô da Fotografia

Estou de volta com mais cinco opções de livros que deveriam estar na biblioteca de todo fotógrafo, amador ou profissional, iniciante ou experiente.

Se você está procurando se inspirar e tirar fotos cada vez melhores, as leituras abaixo são uma ótima opção para você. Curta, aproveite e … boa leitura!

 

Photoshop — Montagens e fusões criativas, de Matt Kloskowski

PhotoshopEste livro é todo voltado a criações de montagens no Photoshop, mas também traz um bom material sobre composição e iluminação na fotografia, e é por isso que o indicamos aqui.  Photoshop — Montagens e fusões criativas pode ser lido por fotógrafos, designers, editores e manipuladores de imagens.

É sempre bom ter em mente que nenhuma montagem vai ficar boa sem o trabalho cuidados do fotógrafo. É preciso se preocupar com a iluminação e a composição para obter “matéria-prima” da melhor qualidade possível para trabalhar as montagens.

O livro foi escrito na forma de um grande conjunto de tutoriais. Ele apresenta os segredos das montangens que vemos frequentemente em todos os lugares e mídias, desde propaganda, capas de revistas, cartazes e retratos em geral.

Seguindo uma linguagem muito fácil, o autor compartilha no livro muitas dicas também sobre configurações de câmeras e esquema de iluminação.

 

O olho do fotógrafo, de Michael Freeman

FREEMAN_O_Olho_do_Fotografo

O Olho do Fotógrafo procura apresentar ao leitor todas as abordagens de composição e design. Em 192 páginas, Freeman apresenta um livro para fotógrafos curiosos que buscam melhorar seu trabalho usando técnicas do design, principalmente no que diz respeito à composição.

Freeman relaciona técnicas do design à produção de fotografias, desenvolvendo tópicos sobre cor, linhas, curvas e movimento. O autor utiliza exemplos reais de seus próprios trabalhos para explicitar suas teorias, o que torna a leitura do livro bastante agradável.

O Olho do Fotógrafo destaca a importância de se tomar decisões corretas na composição de uma boa imagem. Freeman mostra que é preciso técnica e muita dedicação para ter bons resultados.

 

Fotografias – Araquém Alcântara

22367838O livro Araquém Alcântara – Fotografias reúne 80 fotos clicadas originalmente em preto e branco, a maior parte produzida em várias regiões do Brasil. Estão lá as pessoas, a metrópole, a mata, o rio e até a neve. O projeto gráfico separa as imagens  umas das outras. As fotos ficam na página ímpar, e as pares trazem a identificação da cena, dando destaque e permitindo a contemplação das fotos.

Além deste livro‚ Alcântara, que é o precursor da fotografia de natureza no Brasil‚ já publicou 41 livros temáticos e recebeu mais de 50 premiações nacionais e internacionais.

A curadoria das imagens que integram a obra é do fotojornalista e crítico Eder Chiodetto‚ para quem Alcântara “apresenta um trabalho autoral totalmente inovador”.

 

Henri Cartier-Bresson, Coleção Photo Poche

22968220Este livro faz parte da mais prestigiada coleção de livros de fotografia do mundo, a Photo Poche, publicada no Brasil pela Cosac Naify. A coleção foi idealizada por Robert Delpire na França, em 1982, como uma série de livros de introdução à fotografia. Com formato de bolso e preço acessível, a coleção busca ampliar a formação visual de seu público e ao mesmo tempo divulgar a obra de grandes fotógrafos. Em cada volume, o leitor encontra uma seleção criteriosa de imagens, acompanhada de apresentação, biografia e bibliografia.

Henri Cartier-Bresson (1908-2004) é considerado um dos maiores fotodocumentaristas do século XX. Com sua câmera Leica, registrou uma Europa abalada pela guerra, a vitória comunista na China e cenas cotidianas de Paris. Retratou artistas e escritores de seu tempo como Alberto Giacometti, Jean-Paul Sartre e William Faulkner.

Em 1947, fundou a agência Magnum, junto com Robert Capa e outros fotojornalistas. Com apresentação do historiador da arte Jean Clair e uma seleção de suas fotografias tidas como fundamentais, este livro é uma ótima introdução à sua obra.

 

A Luz Perfeita – Guia de Iluminação para Fotógrafos, de Bill Hurter

A Luz PerfeitaA luz perfeita – Guia de iluminação para fotógrafos, de Bill Hurter, mostra de forma didática e simples como os grandes fotógrafos criam e utilizam esquemas de luz. O livro aborda segredos da boa iluminação e a melhor forma de explorá-la.

Bill Hurter fornece informações detalhadas que mostram como grandes fotógrafos do mercado criam e utilizam esquemas de luz.

Indicado também para fotógrafos de retrato, moda e still.

Fundamental para a elaboração de imagens inesquecíveis e indicado para fotógrafos de todos os níveis.

 

Se tiver interesse em adquirir algum desses livros, criei links como sugestão de compra. É só clicar nos títulos dos livros ok?

Boas leituras e bons cliques!

5 Dicas de Livros do Bistrô da Fotografia

Resolvi colocar aqui algumas sugestões de livros obrigatórios na estante de todo fotógrafo, amador ou profissional, iniciante ou experiente. Se você está procurando sempre evoluir, se inspirar e tirar fotos cada vez melhores, as leituras abaixo vão ser muito produtivas.

Esse é só o primeiro post de série “Dicas de Livros do Bistrô”! Fiquem atentos às novidades!

 

Exposição Perfeita, de Michael Freeman

5155596Exposição Perfeita, de Michael Freeman é um livro que abrange o assunto exposição – um tema tão simples e tão extenso – de forma clara e direta. Recheado de fotos do próprio autor, explicações e gráficos que tornam fácil e rápida a compreensão, você vai descobrir a forma como os profissionais pensam e operam na hora de conseguir a exposição perfeita. Também estão incluídas as técnicas mais recentes de processamento de imagem no computador.

Entender como a exposição funciona é fundamental para que você consiga produzir a fotografia que visualizou. Este livro consegue tratar do tema em uma linguagem adequada tanto para o profissional como para o amador.

Exposição Perfeita vai dar todas as ferramentas de que você precisa para fazer a imagem do jeito que visualizou, com a exposição que quiser. Como o autor frisa, não existe uma única exposição correta. O que existe é o conceito que você quer passar. Este livro vai lhe dar o conhecimento e a confiança para tomar as decisões que o levem à imagem desejada.

 

Luzes da África, de Haroldo Castro

111033251SZMais que um livro, Luzes da África serve de testemunho da imensa cultura e beleza do continente africano. Em uma expedição que durou mais de oito meses, entre 2009 e 2010, o jornalista e fotógrafo Haroldo Castro rodou mais de 40 mil km, da África do Sul ao Sudão. No total, a expedição passou por 18 países, incluindo Quênia, Etiópia, Namíbia e Tanzânia. Além de ótimas fotografias, o autor também conseguiu histórias inesquecíveis para contar.

Longe dos clichês da miséria e da guerra, o livro é um fascinante relato de aventuras e apresenta com lucidez e agilidade uma percepção peculiar sobre um continente de surpresas. A expedição levou pai e filho a participarem de rituais sufis no Sudão, a compreenderem as últimas etnias nativas da Etiópia, a testemunharem leoas esquartejando uma presa na Tanzânia e a degustarem cogumelos selvagens em Angola. Como escreve Gilberto Gil no prefácio, a África é “um continente digno e nobre”, “fonte inesgotável de alegria e júbilo”, “que os brasileiros abraçam em sua avivada herança” (fonte: Envolverde).

Este livro é o relato de um viajante, um mergulho profundo na cultura de um continente imenso.

 

A mente do fotógrafo, de Michael Freeman

imagesUm fotógrafo com ótimo equipamento não é necessariamente um ótimo fotógrafo. Mas um fotógrafo que domine os príncipios de uma boa imagem sempre vai tirar boas fotos, não importa com que equipamento.

Em A Mente do Fotógrafo, Michael Freeman procura identificar o que torna uma foto chamativa, forte ou bela. Com diversos exemplos a cada passo, os elementos de uma foto foram divididos em três partes: intenção, estilo e processo.

Ele disseca cada parte de uma foto – seja composição, iluminação, objeto, exposição – e a define, explica e explora, tentando mostrar como seu conjunto resulta em algo sublime… ou um clichê. O livro é excelente, faz pensar e é válido para fotógrafos de todos os níveis.

 

Adobe Photoshop Lightroom 4, de Clício Barroso

lightroom4_

Se a versão 3 do Lightroom apresentou vários aperfeiçoamentos e novas ferramentas, a versão 4 trouxe recursos muito mais inovadores: dois novos módulos, um mecanismo de renderização , ferramentas atualizadas, curvas em RGB canal a canal, e a possibilidade de importar arquivos diretamente de outros programas etc. Essas são apenas algumas das inovações do Lightroom 4.

Como ficar por dentro de tudo isso? O Adobe Photoshop Lightroom 4 de Clício Barroso é a solução. O livro é o guia passo-a-passo mais completo que existe no Brasil desta versão do aplicativo. O autor é especialista no programa, e vem escrevendo os guias desde a versão 1.0 do Lightroom.

Com mais de 500 páginas e mais de mil capturas de tela, você vai descobrir, entre outras coisas, como organizar um fluxo digital enxuto e conectado; como ganhar na qualidade de processamento das imagens; como fotografar com as câmeras diretamente conectadas ao Lightroom 4; como geolocalizar imagens no Google Maps e como criar e produzir fotolivros (e recebê-los impressos em casa).

 

Fotografe com o Coração, de Joe Buissink e Skip Cohen

imagem

“Não exista algo como a imagem perfeita… apenas o momento perfeito”, diz Joe Buissink, um dos principais fotógrafos de casamento no mundo e autor de Fotografe com o coração.

Neste livro feito em parceria com Skip Cohen, ele mostra como capturar os sentimentos de um casal no dia de seu casamento, usando criatividade, inspiração e técnica.

Joe conta seu processo criativo, a importância de aprender a enxergar com os olhos e com o coração, como se antecipar aos momentos que importam e, mais importante, como desenvolver um relacionamento de confiança com seus clientes.

O objetivo, segundo ele, não é necessariamente tirar fotos tecnicamente perfeitas, mas conseguir capturar os momentos certos e transformá-los em imagens eternas. Leitura obrigatória para todo – ou aspirante a – fotógrafo de casamento, também vale para noivas em busca de inspiração.

 

Se tiver interesse em adquirir algum desses livros, criei links como sugestão de compra. É só clicar nos títulos dos livros ok?

Boas leituras e bons cliques!

 

Magia na Fotografia

 

O fotógrafo capta os detalhes em locais desapercebidos.

O fotógrafo capta as cores mesmo em meio a escuridão da noite.

Fotografia é magia, encantamento e mistério!

 

 

 

Um novo ano se inicia…

 

Depois de algum tempo sem postar, estou de volta!

Foram meses bastante agitados e não tive tempo para escrever…

Mas, o ano ainda está só começando e espero conseguir voltar a postar muito mais dicas e fotos para vocês!

E sim! Tenho fotos novas! Postarei aos poucos…

 

portfolio Luciana Leao

 

É bom estar de volta!

Aguardem os novos posts!

 

Abraços

 

Três Elementos de Ser um Fotógrafo

 

Este texto é baseado em um artigo interessante que li há algum tempo e ficou em minha cabeça. Ele trata dos elementos que fazem de alguém fotógrafo e do crescimento como profissional em fotografia. Faz quem é fotógrafo profissional se lembrar do início de sua jornada e também incentiva o fotógrafo iniciante a estudar mais, observar mais e ir sempre em busca de novas experiências a fim de atingir o tão almejado objetivo de se tornar fotógrafo profissional.

Minha jornada ainda não é longa. É curta. Não pretendo ser uma fotógrafa famosa como tantos que vemos em livros e revistas importantes… apenas quero um dia ser reconhecida pelo meu trabalho e poder mostrar, para meus admiradores, o meu olhar sobre o mundo ao meu redor… a minha forma de ver esse mundo tão vasto e gigantesco que existe ao nosso redor.

 

 

Amo a fotografia desde pequena. Já mudei muito minha forma de ver as coisas. Sinto que evoluo a cada dia. Mas sei que existe muito ainda para eu aprender e perceber… e é por isso que a fotografia me traz sempre essa sensação de descoberta. É isso que me dá prazer em fotografar!

 

O OLHAR

A fotografia é sobre o que se vê. Sempre. E é exatamente por isso que ela é uma arte tão subjetiva, embora nem todos consigam perceber isso.

Se você pedir para um grupo de pessoas observar e fotografar livremente uma cena, você terá fotos muito diferentes de cada uma delas.

Por exemplo, se pedirmos para um grupo fotografar uma piscina com algumas pessoas no fundo de uma casa, alguém vai se focar nas pessoas, outro vai ficar nos copos e comida na mesa, outro vai se interessar pela água azul e os reflexos que ela provoca… Uma pessoa pode gostar de se ater aos detalhes, outra pode gostar de fotografias mais amplas. Deixadas livres, duas pessoas não vão tirar fotos iguais.

 

 

É por isso que a fotografia é subjetiva. As fotos refletem o fotógrafo. Não há como fugir disso. Portanto, sob esse aspecto, é possível dizer que não há fotógrafos melhores ou piores, mas apenas fotógrafos únicos.

O olhar é o pré-requisito para a fotografia. O olhar é o que faz de você um fotógrafo único. O olhar é sua “criatividade”.  É o que lhe permite captar em fotografias o que vê, o que sente… é o que lhe permite extrair a beleza escondida de uma cena aparentemente banal.

 

 

Cada fotografia reflete quem você é. Mas será mesmo? Para chegar a esse ponto, é preciso que o fotógrafo trabalhe e desenvolva seu olhar.

Eu acredito que todos nós temos um olhar único, que é resultado de tudo aquilo que torna uma pessoa: suas experiências emocionais e físicas, sua curiosidade intelectual, seus interesses e hobbies, as pessoas em sua vida…

Só que esse olhar precisa ser exercitado, como se fosse um músculo, ou ele pode atrofiar. É preciso que o fotógrafo trabalhe seu olhar com disciplina e rigor, para que ele possa enfim produzir não apenas fotos únicas, algo que todos conseguem… mas também fotos memoráveis.

 

O EQUIPAMENTO

A câmera! Ela aumenta nossa capacidade de visão e nos permite congelar cenas e momentos. Saber usar a câmera e as lentes são o segundo elemento que tornam alguém um fotógrafo.

O que vejo da minha DSLR não posso ver com os olhos abertos. As mais variadas lentes das DSLR aumentam ainda mais nossa perspectiva de visão. Pode-se ver a mesma cena de diversas maneiras diferentes, basta trocar de lente.

Uma macro, uma teleobjetiva ou uma grande angular… a sua escolha de lentes irá influenciar seu olhar como fotógrafo. Saber explorar as características de cada lente e câmera com seu olhar é uma habilidade que deve ser desenvolvida pelos fotógrafos iniciantes.

 

 

Encontrar o equipamento certo e aprender a usá-lo exige prática e experimentação. Quanto mais experiências e testes, mais você conhecerá a sua máquina e poderá, portanto, captar melhor aquela imagem ou cena que você observa e que lhe transmite uma sensação tão especial.

A prática de experiências com o equipamento anda junto com a experimentação do olhar.

 

 

 

ALCANÇANDO PESSOAS

Quando um fotógrafo capta uma imagem com sua câmera, há um desejo de ele compartilhar esta fotografia com as pessoas, para que elas também consigam ver aquilo que ele observou.

Levar sua fotografia para as pessoas e partilhar seu trabalho com elas é um elemento muito importante para o fotógrafo, e não apenas como forma de ganhar a vida, mas também para realizar um desejo fundamental de mostrar às pessoas seu olhar sobre o mundo.

A tecnologia faz hoje as pessoas chegarem mais facilmente à fotografia. Pode-se mostrar o próprio trabalho em álbuns online, blogs ou websites. Esta é uma maneira de crescer através da aprendizagem e de conquistar as pessoas com suas fotos.

 


Deve-se começar de algum lugar e, lentamente, procurar trabalhar e evoluir nos três elementos que fazem um fotógrafo: na forma de observar, em como usar seu equipamentos e em como atingir as pessoas.

 

 

Para mim, a fotografia é uma viagem sem fim, onde se pode sempre fazer algo novo, não necessariamente melhor do que antes, mas diferente, belo e surpreendente. A fotografia é infinita, assim como as imagens que ela nos traz.

Há um mundo tão vasto aí fora, com tantas cores e variações, que um fotógrafo nunca vai se cansar. Os apaixonados pela fotografia como eu sabem do que estou falando! Deixe a paixão tomar conta e observe… explore! Cada dia é um novo dia.

 

A viagem está apenas começando… Sempre!